sábado, 5 de julho de 2008


DESISTAM
incapazes seres,
pedaços de gente.
músicas mal escolhidas.
Vocês colhem tudo errado, mas crêem saber a verdade.
têm pensamentos pobres... juro não ser esnobe.


PULEM DE UM NAVIO NO MAR
de lá, talvez, irão me alcançar,
para quem sabe beber-me, quem sabe brindar.


DURMAM NO TRILHO DO TREM
fiquem esperando quando a lua vem
e apita em sua direção.


SÓ NÃO ME AMOLEM NÃO
tenho o tempo contado para perdê-lo em vão.


PROTEJEI-ME Ó BOM DEUS QUE NÃO EXISTE
DAS CABEÇAS DE VAGA-LUMES
COM SEUS CERÉBROS DE ESTRUME.
.
.
.
imagem:John William Waterhouse

Um comentário:

Tatiana disse...

Ótimo!
Deveria virar oração oficial contra cabeças de estrume.
Adorei o blog, guria.
Vou voltar mais vezes.
P.s. vc se encontra em suas viagens. Elas parecem ter destino certo. ;)