terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Play dance


Hoy llove una lluva fina.
Una lluva que não molha,
also não desmolha.

Una lluva igual a bruma.
Una lluva que llove nuvem,
que llove birds,
que llove seiva para my alma que yo no creo existir.

Una lluva de usar sombrero,
de poner zapatillas mágicas
e salir a bailar...

*dialeto portunhol

Um comentário:

Ana banana disse...

achei as zapatillas mágicas.'bem bonitas, quando vc vier pra cá empresto para vc.