sexta-feira, 17 de agosto de 2007

...II

Algo se mexe no escuro, na moita, perto do muro.
É um rato.
É uma cobra.
É um gato.
Talvez um rato do mato.
Um gato escondido.
Uma cobra coral.
Ou não...
Muito grANDE para ser rato, muito rápido para ser cobra, muito estranho o gato estar ali.
Não sei.
Só sei que indo para casa cruzei com um novo animal.
Meio rato, meio gato e não meio cobra porque cobra só combina com esquina.

Um comentário:

Ana disse...

Siguilita, preciso do seu e-mail que lê sempre.
beijos!