segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Tem dias que não surge.

Viajo amanhã para o Irã.
Não vou de magrela porque a vendi.
Verdi foi o cara. Bob Marley, Raul Seixas, Frida Kahlo também.


Acordar cedo e ir trabalhar é chato.
Muito mais legal é catar cacos, fazer mosaicos, pentear macacos. Macacos alados e imaginários, tipo desses que moram em nossos armários.

O medo é normal.
O normal é comum.
O comum me dá medo.
Muito mais medo que o anormal.
.
.
imagem: Sara Awyong

3 comentários:

Anônimo disse...

unico medo que tenho é crescer shauhsuahusha

rapha

Tatiana disse...

juro que não é chavão ou redundância, mas achei fantástico.

Anônimo disse...

Tenho medo de vc !!..rsrsrsrs
E do escuro também...Uieee...
Adorei Siguilita...
Cah Michel