sexta-feira, 24 de outubro de 2008


BASEADOS NA VIDA REAL.


Na vida real de Amarilho Dedo.

Amarilho Dedo, vinte e quatro anos, batizado e crismado na Santa Igreja Católica Apostólica Romana. Virgem até os quatorze. Cabaço até ontem, sempre tem lapsos de memória e acaba acreditando nas pessoas, nas causas, nos sonhos, na ecologia.
Convive em casa, na rua, no trabalho, com alguns dos amigos imaginários que não quiseram partir após o término de sua infância.
Enfim:



BASEADOS NA VIDA REAL
Na vida real de Amarilho Dedo.


Logo pela manhã nosso herói exclama:
- Não boto fé molhei o beck com café.
Em resposta o espelho apedreja:
- Quando não é com cerveja...




Com o passar do dia nebulosidades interiores, também chamadas de pensamentos atordoam-no:
- Aqui em casa mora um Saci Inivisível (nome dos sacis invisíveis) que esconde tudo. Porque eu perco tudo, esqueço 90% e depois lembro, depois acho, o que conforme as regras da lógica* só pode ser interferência de saci. (* Anota-se: lógica particular de Amarilho e desenvolvida por ele mesmo.)

E atormentam-nooo:
- Será que está frio ou está calor?
- Levo o chapéu e o mata-moscas?

Amarilho Dedo vê a felicidade nas pequenas coisas,
- NOSSA como essa pinta na parede é folgazona.
Infelizmente, nunca entendem a piada.



Também tem discussões construtivas com camaradas quiméricos e não quiméricos :
- Ainda bem que não inventaram chapômetro, senão eu tava fudido.
Amarilhinho conjectura:
- Para mim não iria influenciar em nada, não dirijo.



Amarilho Dedo tem duvidas antes do adormecer:
- E as Bíblias nos quartos de hotéis? São para salvar os sem seda? Uma cortesia do Hotel para com esses pacatos habitantes do planeta? Muito melhor que servir para os interesses repressores e controladores cristãos.
- Quem poderá nos defender além de nós mesmos?
- É beija-flor de barro e arara-guará?



E uma certeza:
- Nunca tinha percebido como o caminhão de lixo é assustador.


.

imagem: Naoto Hatori

* Valeu Arleson pela ajuda na hora de achar um nome para a figura...

2 comentários:

Maristela disse...

Concordo com Amarilho, acho caminhões de lixo assustadores... até corri d um uma vez!! Heheheheh!!!Adoro os teus textos Sig!

pirata disse...

so kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

seco